Scroll Top
Rua Mena, 207 - Jardim Santa Mena Guarulhos - SP
Qualificação Térmica

Muitos equipamentos trabalham com sistemas de temperatura pré-definidos durante o seu funcionamento. Esses equipamentos precisam atingir determinadas temperaturas durante toda a realização do trabalho, algo muito comum em equipamentos laboratoriais e de centrais de esterilização.

Uma das maneiras de verificar se esses equipamentos mantém a homogeneidade de temperatura é por meio da qualificação térmica. A qualificação térmica também é conhecida como validação térmica, tem por objetivo o de testar os equipamentos, assegurando que a temperatura interna durante o trabalho realizado permaneça adequada, atestando a eficiência e qualidade desse equipamento.

Muitos equipamentos utilizam a temperatura como fator principal do seu processo de trabalho, como estufas, câmaras frias, freezer, termodesinfectoras e autoclaves. Deste modo, a qualificação térmica assegura que esses equipamentos mantenham os padrões determinados pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e normas regulamentadoras.

qualificação térmica é feita utilizando um sistema de sensores de temperatura, umidade e pressão devidamente calibrados, que monitoram e coletam dados, analisando se o equipamento atinge e mantém suas especificações de maneira confiável e repetitiva. As principais vantagens da qualificação térmica estão ligadas à garantia da confiabilidade dos equipamentos testados, minimizando possíveis falhas de processo e evitando danos em produtos e embalagens.

onde deve ser feita a QUALIFICAÇÃO TÉRMICA
  • Autoclaves
  • Termodesinfectoras
  • Seladoras (Grau Cirúrgico)
  • Seladora de Blister 
  • Lavadoras Ultrassônicas
  • Estufas
  • Incubadoras
  • Banho Maria
  • Câmaras Climáticas Estufas de Cultura
  • Estufas de Esterilização Despirogenização
  • Salas Climatizadas
  • Galpões
  • Câmaras Frias e Congelados
  • Freezers e Ultra freezers
  • Caixas térmicas
  • Veículos Climatizados e Refrigerados Contêiner e outros.
ETAPAS DO PROCESSO DE QUALIFICAÇÃO TÉRMICA

A etapa inicial do processo é a qualificação da instalação, esse procedimento documenta todos os aspetos importantes da instalação do sistema e verifica se estão de acordo com as especificações técnicas definidas. Depois é feita a qualificação operacional, que se resume em evidências documentadas, de que o equipamento opera dentro dos parâmetros originais de fabricação. O processo segue para a qualificação de desempenho, que documenta se o equipamento funciona adequadamente nas diversas condições do processo. E por último, a qualificação térmica é feita em equipamentos que trabalham com controle de temperatura. A qualificação térmica é um processo que precisa atender aos padrões do INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial), como também garantir que os equipamentos qualificados estejam funcionando de acordo com as normas técnicas, resoluções ou especificações em estudos. Dessa maneira, a qualificação térmica só poderá ser feita por empresas que possuem profissionais técnicos altamente treinados e que conheçam normas e padrões da ANVISA.

Privacy Preferences
When you visit our website, it may store information through your browser from specific services, usually in form of cookies. Here you can change your privacy preferences. Please note that blocking some types of cookies may impact your experience on our website and the services we offer.